Casa é espelho 

Entrevista com Ana Viana, do Buji - maio 2020

Ana Viana e a sócia Bárbara Ávila comandam o Buji, uma empresa de decoração com enfoque no bem-estar emocional. Conversamos com a Ana para trocar uma ideia sobre como podemos tirar proveito desse tempo em casa. Leia o que ela nos contou a seguir:

Lia e Juliana: O que de positivo podemos tirar dessa relação intensa que estamos tendo com a nossa casa durante a pandemia?

 

Ana Viana: A oportunidade de testarmos a casa na prática. Estamos vivendo de um jeito que muitos de nós não costuma fazer: vivenciando a casa. Em casas onde vivem mais de uma pessoa, ainda é mais profundo, são várias pessoas usando a moradia ao mesmo tempo, então, agora sim, as pessoas começam a perceber o que gostam e o que não gostam, o que faz sentido na decoração em si, na posição dos móveis, o que está faltando, o que está sobrando... Esse é um momento de perceber como a nossas escolhas podem ou não trabalhar para nos trazer conforto.

Lia e Juliana: Casa é espelho?

Sim. A casa abriga todas as nossas escolhas em tudo o que somos. Ela espelha muitas coisas: o nosso jeito de fazer escolhas, o nosso jeito de organizar nossa rotina, as coisas para as quais damos valor, se estamos com o fluxo mais leve ou se estamos pesados e atarefados. Quando não conseguimos nos ver refletidos em nossas casas, é preciso reajustar a imagem, pra se enxergar melhor. 

Lia e Juliana: Ordem na casa traz positividade?

Ordem na casa traz menos gasto de energia, então você descansa mais, tem mais tempo para fazer coisas positivas, respirar com mais calma e etc... Então você fica mais descansado e consequentemente realiza as atividades com mais leveza.

 

 

Lia e Juliana: Como levar leveza para dentro de casa? 

O sentimento de se sentir leve acontece quando você tem as coisas no lugar e quando olha pra elas e se sente feliz, acolhido e cuidado. Então o ideal é a casa estar em ordem e com itens que te fazem bem e te dão conforto. Mas nesse período de pandemia é fundamental que não fiquemos em pânico com a bagunça e a desorganização. Porque ela vai acontecer! Estamos usando a casa no seu limite, todo o tempo e por vezes até sem nenhuma ajuda pra limpar e organizar. 

Então, é importante olhar para o que está sempre fora do lugar e entender porque isso está acontecendo. Depois tirar um tempo para arrumar a bagunça, com tranquilidade, ouvindo uma música, tomando um drink ou um café para que seja prazeroso e que você faça do jeito que tem que ser feito e se sinta feliz por estar organizando seu espaço. 

Para quem tem filhos, é uma ótima oportunidade de perceber como eles usam o espaço - muitas vezes a gente desenha uma decoração para criança baseada na cabeça dos pais, mas eles preferem brincar em outros lugares, organizar seus brinquedos de uma outra forma... Essa é a hora de prestar atenção e, se possível, testar: rede em outro lugar da casa, mesinha de atividades ao lado da mesa de trabalho dos pais - organizada e decorada - cantinho de brincar na cozinha...

É importante as pessoas reorganizarem as áreas de escritório, caso tenham bagunçado demais devido ao uso intenso, selecionarem papéis que realmente precisam estar à mão, organizar livros, fios... Colocar sempre que possível um jarro com flores ou uma planta para deixar a natureza presente e trazer frescor para as ideias.

Lia e Juliana: A observação de como estamos usando a casa é importante nesse momento?

Sim. Na cozinha, por exemplo, um ótimo exercício é - em vez de ficar irritado com a bagunça ou com a forma como muitos itens não são funcionais - observar. Conversar com a família sobre as impressões deles também: compra uma geladeira maior? muda o tipo de lixo? começa a reciclar o lixo? que novas receitas se deve tentar fazer? tenho os ingredientes e os utensílios pra isso? 

Outra boa receita é dar um passeio pela casa, prestando atenção nas coisas muito boas e que você adora, e nas coisas que definitivamente você detesta (convide a família, se você morar com outras pessoas a fazer isso também), faça duas listas, entenda o que tem que resolver e o que deve valorizar e comece a se organizar pra fazer o seu espaço refletir quem você ou sua família são nesse momento.  

Viver em paz e felicidade com a casa deve ser um exercício que se realiza constantemente.